A ALIANÇA DE SANGUE

As alianças de Deus são inquebráveis! Elas possuem a garantia de Seu Nome e de Sua Palavra, por isso são invioláveis e eternas. Ele disse ao Seu povo às vésperas do êxodo: “Mas o sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu o sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga para vos destruir, quando eu ferir a terra do Egito” (Ex 12.13). Este ato de fé, celebrado na primeira Páscoa, era profético e apontava para Jesus Cristo, o Cordeiro de Deus, e para o sacrifício que Ele realizaria futuramente na cruz. Esta aliança eterna foi preservada ao longo dos séculos e selada com o derramamento de Seu sangue no Calvário. Na noite em que foi traído, Jesus tomou um cálice de vinho e disse aos Seus discípulos: “Este é o cálice da Nova Aliança de meu sangue; bebei dele todos em memória de mim” (1 Co 11.25). Entretanto, a Nova Aliança não revogou as promessas do Velho Pacto. O Senhor já havia dito: “Inclinai os vossos ouvidos, e vinde a mim; ouvi, e a vossa alma viverá; porque convosco farei uma aliança perpétua, dando-vos as firmes beneficências de Davi” (Is 55.3). As bênçãos prometidas a Abraão, Isaque, Jacó, Davi e a todos os seus descendentes, se cumpriram na pessoa de Cristo e alcançaram a nós. “Mas agora alcançou ele [Jesus] ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de uma melhor aliança que está confirmada em melhores promessas” (Hb 8.6 – destaque do autor). Através do sacrifício de Cristo temos acesso a todas as bênçãos divinas e as riquezas da sua glória. Cura, libertação, prosperidade, salvação, tudo está ao nosso alcance. “Porque os montes se retirarão, e os outeiros serão abalados; porém a minha benignidade não se apartará de ti, e a aliança da minha paz não mudará, diz o Senhor que se compadece de ti” (Is 54.10).


DEVOCIONAIS EM VÍDEOS